V de Virtuosa: Ela é popular!



“Seu marido é estimado entre os juízes, quando se assenta com os anciãos da terra.” (Provérbios 31:23)


Imagina estar casada com uma pessoa que todo mundo admira. Esse era o caso do marido da mulher-V. Ele era popular e isso acontecia principalmente por causa da sua esposa, não porque não fosse tão importante quanto ela, mas aqui para nós, ele fez um grande investimento quando se casou com ela. Ela não era como qualquer outra mulher, ela era virtuosa em todos os sentidos da palavra.

As esposas podem fazer um dos dois: trazer honra ou vergonha para seus maridos. Não há como você ser casada e não fazer um ou o outro. Se você não está acrescentado à vida dele, você está provavelmente tirando. Se você não o está representando bem, você o está representando mal. Levantando-o ou o colocando pra baixo…

É como um simples problema de matemática.

1 + 1 = 2 (quando ele se casa com uma mulher-V, seu valor aumenta)

-1 + 1 = 0 ! (quando ele se casa com uma mulher que não é uma mulher-V, seu valor diminui e muito!)



A Mulher de Deus Transforma sua Casa em Lar!


"Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos" (Provérbios 14:1).

A minha casa é o lugar onde moram as pessoas que eu mais amo neste mundo. Elas são: o meu marido e os meus filhos. E, como uma mulher que ama a família e quer oferecer o melhor para eles, tenho, então, que...

1- cuidar da minha casa com muito carinho e me esforçar para transformá-la em um lar;
2- tenho que ser uma esposa e uma mãe presente;
3- tenho que ser uma mãe que educa e se preocupa com a vida espiritual dos filhos;
4- tenho que ser uma esposa cujo "... coração do marido está nela confiado" (Provérbios 31:11).

Li a descrição de um lar, escrita por Peter Marshall, que me deixou encantada e com vontade de ir, aos poucos, transformando a minha casa num lugar onde todos sentissem a presença de Deus e onde todos gostassem de ficar. Ele dizia...
"Eu era privilegiado, na primavera, por visitar um lar que era para mim - e eu estou certo de que era para seus ocupantes - um pedaço do céu. Lá, havia beleza. Lá, havia uma grande apreciação pelas melhores coisas da vida e uma atmosfera na qual era impossível não pensar em Deus.
A sala era luminosa, branca e limpa, como também confortável. Havia muitas janelas. Flores brotavam em potes e vasos, acrescentando sua fragrância e beleza. Livros revestiam uma parede - bons livros - inspiradores e instrutivos - bons livros - bons amigos. Três gaiolas de pássaros pendiam no brilho e cor deste lindo santuário, e os cantores expressavam sua apreciação, cantando como se suas pequenas gargantas fossem estourar.
Música da natureza, beleza da natureza - paz da natureza... Para mim, parecia um Paraíso na terra, um oásis encantado - lar." Que imagem linda! Que vontade de estar neste ambiente onde reina paz e beleza!

A Bíblia me diz que "toda mulher sábia edifica a sua casa", então, sou eu que tenho que, com sabedoria, edificar a minha casa, transformando-a em um "lar doce lar" e em um lugar onde "é impossível não pensar em Deus".

Na Sua Palavra, o Senhor nos apresenta uma mulher que Ele chama de virtuosa e que é um exemplo para todas nós que queremos transformar nossa casa em um lar. Em Provérbios 31:27 Ele nos diz que ela "está atenta ao andamento da casa e não come o pão da preguiça".
Irmã, estas instruções vêm diretamente de Deus para cada uma de nós.
Então, para eu ser a mulher que o Senhor deseja, eu tenho que estar vigilante, cuidando, protegendo, zelando pelo meu lar e, principalmente, por aqueles que eu amo - meu marido e meus filhos.
Como uma esposa que ama o marido

Minha mãe adorava cuidar de seus sete filhos. Ela cuidava de cada um com muito carinho e muito amor. Apesar de sermos pobres, nunca faltava comidas variadas em nossa mesa, nunca deixávamos de ter um vestido novo para irmos a alguma festa e ela, incansavelmente, se esforçava para nos ensinar princípios que seriam bênçãos para a nossa vida futura.
Ela estava sempre pronta para fazer o nosso café da manhã, num fogãozinho à carvão, cantando e deixando transparecer tranqüilidade e confiança no futuro. Ela nos transmitia segurança e paz.
Ela nos ensinava a fazer bolos, a arrumar nosso quarto, a lavar a louça, enxugar e guardá-la no lugar certo.
Lembro-me quando ela preparava o nosso lanche da tarde e, muitas vezes, ela não comia nada. Eu notava aquilo e perguntava: "Mamãe, e a senhora não vai comer?" E ela dizia: "Não, filha, eu não estou com fome!" Hoje, vejo que ela tirava do dela para que não deixássemos de comer bem. Este é o amor sacrificial de uma mãe que amava seus filhos.
Como criança, eu amava o meu lar que era edificado por uma mulher sábia - minha mãe.
Quando leio Provérbios 31:27, lembro-me dela: "Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça."
Hoje, agradeço a Deus por ter tido ela como mãe e por saber que, neste momento, ela está junto a Ele.

Quando estamos em comunhão com o Senhor, lemos a Sua Palavra e lá aprendemos que...
* "A sabedoria já edificou a sua casa" (Provérbios 9:1).
* "Toda mulher sábia edifica a sua casa (Provérbios 14:1).
* "Com a sabedoria se edifica a casa, e com o entendimento ela se estabelece; E pelo conhecimento se encherão as câmaras com todos os bens preciosos e agradáveis" (Provérbios 24:3-4).
* "Está atenta ao andamento da casa..." (Provérbios 31:27).

Uma casa para ser transformada em um lar tem que ser edificada com carinho, cuidado e muito amor.
Quer ter uma casa transformada em um lar?
Então, comece dobrando os seus joelhos e pedindo a Deus que...
1- Ele transforme a sua vida;
2- Ele mude o seu coração;
3- você possa entender os planos perfeitos dEle para sua vida;
4- você possa entender e seguir Seus princípios eternos;
5- você sinta o desejo de arregaçar as mangas e "não comer o pão da preguiça".

Vamos transformar o deserto onde moramos em um oásis onde existe água cristalina, palmeiras, flores e onde podemos ouvir o chilrear dos pássaros! Vamos transformar nossa casa em um lar!

Irmã, devemos imaginar e nutrir sonhos de como queremos que seja o nosso lar - o lar idealizado por Deus, o lar que é uma prévia da mansão celestial que Ele está preparando para cada uma de nós. E, enquanto sonhamos, devemos nos conscientizar de que os anos estão passando e que há cada vez menos tempo de transformarmos em realidade os sonhos do nosso coração.
Vamos transformar estes sonhos em realidade!
Vamos tornar real o que Deus tem preparado para a nossa vida!
Vamos transformar nossa casa em um lar!

Vamos ter como base, para esta transformação, Provérbios 14:1 que o Senhor, amorosamente, deixou para nós:
"Toda mulher sábia edifica a sua casa; mas a tola a derruba com as próprias mãos."

Edificar significa construir, levantar, mas eu sei que um lar não é apenas a casa mas meu marido, eu e nossos filhos. Quero ter uma casa bonita, atraente mas quero também ter meu marido e filhos felizes em um ambiente onde tudo combina, onde todos têm o mesmo objetivo - fazer o outro feliz.

Quando a Bíblia me diz que "toda a mulher sábia edifica a sua casa", vejo que o Senhor está me dizendo que a qualidade de vida dentro do meu lar vai depender de mim.
O Senhor em Provérbios 31:27, ainda me diz que a mulher sábia "está atenta ao andamento da sua casa, e não come o pão da preguiça."
Então, eu sou a pessoa que o Senhor escolheu, dentro da minha casa, para torná-la mais agradável para todos.

Que devo fazer para transformar o ambiente da minha casa tão alegre, tão agradável que todos vão querer estar nela?
Primeiro-
Tenho que colocar Deus em primeiro lugar na minha vida. Devo ler, diariamente, a Sua Palavra, aprendendo dEle que passos tenho que dar, a cada dia, e ter Ele como meu orientador.

Segundo-
Tenho que ser uma esposa e uma mãe equilibrada, controlada e, isto, só posso conseguir se Ele estiver controlando o meu coração.

Terceiro-
Tenho que fazer a minha parte de apaziguadora do lar.
Se vejo que está existindo desavenças, brigas ou alguma confusão, tenho que ter gravadas em meu coração as palavras que o Senhor me ensinou para serem usadas nestes momentos. Tenho, por exemplo, que dizer a meu filho...:
"
Filho, o Senhor nos ensina na Sua Palavra que 'a resposta branda desvia o furor...' (Provérbios 15:1)"
Ou então:
"
Filho, A Bíblia nos diz que '...o coração alegre é um banquete contínuo' (Provérbios 15:15) Vamos nos esforçar para agradar ao Senhor e a nosso próximo!"

Irmã, quando estamos em comunhão com o Senhor, Ele nos dá sabedoria e as palavras certas para tornarmos o ambiente da nossa casa agradável.
Ele quer que eu faça da minha casa um lar e, com certeza, é Ele que irá me ajudar a alcançar o meu objetivo.

Quarto- Tenho que evitar certas coisas que possam destruir o meu lar. Mas... que coisas poderiam ser essas?
a) A amargura é uma delas. Este é um sentimento que pode destruir um lar. Um coração cheio de amargura é capaz de usar palavras que machucam, ferem, destroem, dilaceram, separam... Um ambiente cheio de ódio jamais poderá ser chamado de lar.

b) O "pão da preguiça" também faz parte das coisas que destroem um lar.
Há mulheres que "não têm tempo" ou não não se importam em cuidar da sua casa porque...
1- ela tem que "assistir aos programas para mulheres que a televisão oferece e ela não pode perder nenhum, pois, afinal de contas, ela tem muito o que aprender lá... cozinhar bem, fazer trabalhos manuais, ouvir conselhos de psicólogos"... coisas que, na prática, ela não usa em sua casa;
2- ela tem que "ler muito" para ser uma boa preletora, ou professora de escola dominical e... o tempo que sobra é pouco para cuidar da casa";
3- ela tem que "ter tempo para as amigas, pois são elas as únicas que têm tempo para ouvir seus problemas, são elas que a aconselham e o tempo que sobra é muito pouco para cuidar da casa";
4- ela passa muito tempo no telefone e "é muito pouco o tempo para cuidar da casa";
5- ela passa muito tempo na internet, "pois os e-mails são tantos que sobra muito pouco tempo para cuidar da casa".

Irmã, há certas coisas que temos que cortar da nossa vida, mesmo sendo difícil para nós, porque é assim que o Senhor quer e porque decidimos em nosso coração transformar nossa casa em um lar.
Há uma frase da nossa irmã e escritora Elizabeth George que é muito importante para nós. Ela diz: "A mulher sábia é atenta à tarefa que recebeu de Deus e sabe que construir um lar é um esforço para toda a vida."

Estejamos dispostas não apenas para trabalhar mas para ensinar nossos filhos o caminho da salvação, amar os pais, serem pessoas íntegras, organizadas e trabalhadoras. Esta decisão tem que vir do fundo do nosso coração e tem que ser posta em prática do amanhecer ao anoitecer.

Abracemos a idéia de nos tornarmos sábias aos olhos de Deus e não tolas, pois só assim poderemos transformar nossa casa em lar.
Abracemos a idéia de pôr em prática os princípios eternos de Deus em nossa casa, pois só assim podemos transformá-la em um lar.
Abracemos a idéia
de transformar nossa casa em lar, pois só assim ela poderá se tornar um pedacinho do céu aqui na terra.
-------------------------------------------



Valdenira Nunes de Menezes Silva

Não ame o mundo!

Não ameis o mundo nem as coisas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele. 1 JOÃO 2.15

Muitas pessoas hoje são bastante apegadas às coisas deste mundo. Nossa sociedade é cheia de consumismo, há lojas em quase todas as esquinas, e todos estão ocupados ganhando dinheiro para que possam comprar mais coisas. Deus quer que seus filhos sejam abençoados e tenham coisas agradáveis, mas a Bíblia nos diz que não devemos estimar tais coisas excessivamente. É importante manter as coisas na sua devida perspectiva. Se você usar o que tem para abençoar os outros, Deus providenciará que você tenha tudo de que precisa, e mais. Assim, seu alvo deve ser desfrutar as coisas que Deus lhe dá e compartilhá-las com os outros. Isso mostra seu amor pelo Pai.

Um ouvido obediente

Digo, porém: andai (e vivei habitualmente) no Espírito (Santo) [responsivos, controlados e guiados pelo Espírito] e jamais satisfareis (gratificareis) à concupiscência (anseios e desejos) da carne. GÁLATAS 5.16

Alguns cavalos têm aquilo que seus treinadores chamam de “um ouvido obediente”. Enquanto a maioria dos cavalos é guiada por um cabresto na boca, alguns são dirigidos pelo comando verbal. Um ouvido é sensível aos alertas naturais; o outro é sensível à voz de seu condutor.
Deus lhe ensina o que é certo, e cada dia você deve escolher o que fazer. Para seguir a Deus, a carne deve ouvir “não”, e a carne sofre quando isso acontece. Você deve também compreender que pode haver momentos quando você está galopando apressadamente numa direção e
o condutor lhe diz para parar e seguir outro caminho. Como o cavalo com o “ouvido obediente” você deve seguir ao Senhor em todas as suas orientações. Você deve aprender a dizer “não” à carne e “sim” a Deus.